Celpe dá dicas de segurança para evitar choques elétricos em período de chuvas fortes e tempestades

Celpe dá dicas de segurança para evitar choques elétricos em período de chuvas fortes e tempestades

Focada na segurança dos clientes, companhia reforça a importância das atitudes preventivas para minimizar riscos nos ambientes domésticos. 

casacelpe.jpg

Em todo o Nordeste, o período de chuvas já começou e é essencial que as pessoas tenham atitudes preventivas para se manterem seguras. Alagamentos, raios, quedas de árvores... esses são alguns dos acontecimentos comuns durante tempestades que podem interferir na rede elétrica. Os cuidados se tornam ainda mais necessários com a maior permanência dentro de casa devido ao isolamento social causado pela Covid-19.

A Celpe alerta que é necessário ficar atento, por exemplo, aos efeitos dos raios. A descarga atmosférica pode causar perturbações na rede de energia, além de comprometer as instalações das residências. “O recomendado é desconectar todos os aparelhos elétricos das tomadas durante uma tempestade acompanhada de raios. Ao fazer isso, o ideal é que a pessoa esteja utilizando um calçado com solado isolante como o de borracha e não esteja com a mão molhada.”, declara a gerente de Saúde e Segurança da Celpe, Rosylânia Menezes.

Casa segura

Redobrar a atenção quanto a presença de umidade nas paredes que tenham circuitos elétricos e/ou tomadas também é importante.  Caso perceba qualquer sinal desse tipo, o seguro é não tocar nelas nem conectar eletroeletrônicos em tomadas instaladas no local, evitando assim o risco de choque elétrico. Rosy reforça também a importância de se proteger dentro de casa enquanto em períodos de chuva. “Não faça a manutenção da antena de TV enquanto estiver chovendo e evite locais abertos como telhados e piscinas, que podem oferecer maior risco, além do cuidado de nunca procurar abrigos sob árvores”, alerta.

Cuidados em alagamentos

Alguns locais sofrem com as enchentes e alagamentos, situações que podem prejudicar a rede elétrica e colocar em risco a segurança das pessoas. A gerente de saúde e segurança alerta que, a primeira atitude é desligar o disjuntor. “Isso deve acontecer assim que a pessoa perceber os primeiros sinais de alagamento na casa. Logo em seguida, desconecte todos os eletrônicos e eletrodomésticos da tomada, mantendo-os a uma distância segura da água”, explica Rosy.

O alerta acontece quando o disjuntor estiver numa área já alagada. Nesse caso, a distribuidora deve ser acionada imediatamente através da Central de Relacionamento com o Cliente da Neoenergia pelo número 116. Quando o serviço for reestabelecido, o ideal é que um profissional qualificado avalie a rede elétrica da residência antes de religar o disjuntor.

Lidando com o choque elétrico

Mesmo com todos os cuidados, um acidente pode acontecer. Então, como proceder nessa hora? A primeira atitude é desligar a fonte de energia que está causando o choque elétrico. Logo depois, afaste a vítima da fonte do choque, mas jamais tocar nela diretamente. O recomendado é afastá-la utilizando materiais como plástico, tecidos grossos, borracha ou madeira. Em seguida, chamar o serviço oficial de socorro e mantenha a calma até a chegada dos profissionais.

SOBRE A CELPE

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa da Neoenergia, distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,6 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes).​