Aneel autoriza corte a partir de agosto e Coelba oferece condições especiais de negociação

23/07/2020

Com exceção dos clientes cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica, demais consumidores estarão suscetíveis ao corte de fornecimento 
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabeleceu, na terça-feira (21), novos critérios para a suspensão do fornecimento de energia por inadimplência para o período de pandemia de Covid-19. A partir de agosto, consumidores residências, com exceção dos clientes cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica, estarão suscetíveis ao corte caso permaneçam com uma ou mais faturas em aberto. No entanto, como forma de facilitar a quitação de débitos, a Coelba está oferecendo condições diferenciadas por meio do Portal de Negociações. A ferramenta online está disponível no site da empresa (www.coelba.com.br). 

Além dos clientes classificados como baixa renda, a agência reguladora decidiu manter a proibição de cortes de energia por falta de pagamento para imóveis residenciais nos quais morem pessoas que dependam de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida até o final de 2020. Entretanto, a empresa reforça que não se trata de isenção da conta de energia e recomenda que os clientes evitem acumular dívidas com a distribuidora. 
“O corte de energia é sempre o último recurso utilizado pela empresa, antes são adotadas todas as medidas administrativas para a quitação da dívida. Para evitar a suspensão do fornecimento, a empresa está disponibilizando condições, realmente, diferenciadas aos clientes nesse momento de dificuldade”, comenta a superintendente de Relacionamento com Cliente, Cynira Malveira. 

O Portal de Negociação da Coelba oferece uma série de vantagens no pagamento de faturas, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito (nesses dois últimos casos por meio da Flexpag, com bônus de R$ 35 para os primeiros 1.300 clientes que negociarem o débito). Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex. 

Para utilizar os serviços do portal e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar um cadastro informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições de pagamento disponíveis. 

Com o atendimento presencial nas lojas ainda suspenso, a Coelba orienta os clientes a continuarem recorrendo aos canais digitais de atendimento. A empresa está preparada para atender os clientes com a mesma qualidade e rapidez, por meio dos canais digitais. São mais de 30 opções de serviços disponíveis, tais como: solicitar segunda via de conta, trocar titularidade e pedir religação do serviço. Além dessas facilidades, a Coelba também oferece a possibilidade de cobrança residencial, com pagamento no cartão de crédito para clientes com duas ou mais faturas vencidas. 

Para ter acesso aos serviços, o cliente deve acessar www.coelba.com.br  ou baixar o aplicativo Coelba no smartphone ou tablet. A empresa reforça que todos os clientes que possuam e-mail podem informar seus endereços eletrônicos e solicitar a modalidade de conta por e-mail, reduzindo a necessidade de entrega presencial das contas.

Sobre a Coelba
A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), empresa do Grupo Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados, com mais de 6 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes).

Voltar