Evite Acidentes

Segurança em Casa

Instalações Elétricas de Baixa Tensão
 
As instalações elétricas residenciais devem ser projetadas e construídas conforme exigências da ABNT NBR 5410, objetivando garantir a segurança das pessoas e o funcionamento adequado.
 
Cuidados com o chuveiro elétrico
 
Para não ter problemas com o chuveiro elétrico, é importante que a instalação seja feita de maneira correta, com o fio terra do equipamento conectado diretamente ao aterramento da residência. Conectá-lo em pregos na parede do banheiro, no fio neutro da Coelba, ou no cano d'água são procedimentos perigosos. Além disso, não mude a chave de regulagem da temperatura enquanto toma banho, pois se houver vazamento de corrente elétrica, o risco de levar um choque é muito grande.

Dimensionamento e substituição de Disjuntores

Os disjuntores são proteções existentes contra a sobrecarga ou curto-circuito nas instalações elétricas. Devem ser dimensionados para a corrente que circula em sua casa. Disjuntor danificado deve ser imediatamente substituído por profissional qualificado. Agindo assim, você está garantindo a proteção de toda a instalação, evitando danos nos eletrodomésticos ou até mesmo incêndios.

Aterramento de componentes elétricos
 
A falta ou mal dimensionado de aterramentos são causadores de acidentes. O aterramento correto é realizado através de haste de cobre e por profissional qualificado, representando mais segurança para você e maior vida útil para seus equipamentos.

Perigo na porta de casa
 
Portões e cercas energizadas constituem um grande perigo, tanto para quem passa na rua, quanto para os próprios moradores, pois coloca em risco a vida das pessoas.

Uso de Benjamim ("T")
 
O benjamim não deve ser utilizado em caráter definitivo, pois pode sobrecarregar o sistema, dando origem a princípios de incêndio e a problemas nas instalações elétricas.

Ligado na tomada
 
Para ligar um eletrodoméstico na tomada, segure no plug (parte rígida isolante) e nunca no fio. Não tente fazer improvisos, como desencapar os fios e conectá-los diretamente na tomada. Sempre que ligar um eletrodoméstico, não se desligue da segurança.

Troca de lâmpadas

Durante a troca, segure a lâmpada pelo bulbo (parte de vidro) e nunca pelo soquete (parte metálica). Quando for trocar uma lâmpada à noite, não esqueça de iluminar bem o local com o auxílio de velas ou lanternas.


Piso molhado

Não fique descalço quando for utilizar algum eletrodoméstico, principalmente com o chão úmido ou molhado. Usando calçados, você se protege e evita problemas de segurança.


Secar roupa atrás da geladeira

Não faça da pressa uma inimiga da segurança. Não use a parte de trás da geladeira para secar roupas. Desta maneira, você sobrecarrega o aparelho, aumenta o consumo de energia e ainda corre o risco de levar um choque.


Salvando vidas

Em caso de acidente doméstico por choque elétrico, a primeira coisa a fazer é desligar o disjuntor ou chave geral. Se isso não for possível, deve-se tentar afastar a pessoa do condutor de energia usando objetos isolantes (canos de plásticos, pedaços de madeira seca, etc.).



Adote os Mandamentos de Segurança:

1. Faça o aterramento dos eletrodomésticos, quando necessário;

2. Não use benjamim ("T") em caráter definitivo;

3. Substitua, imediatamente, o disjuntor danificado;

4. Não coloque roupas para secar atrás da geladeira;

5. Faça reparos nas instalações elétricas com profissional qualificado e chave geral desligada;

6. Não use fios emendados, velhos ou danificados; 

7. Não use eletrodomésticos estando descalço, principalmente se o chão estiver molhado;

8. Não ligar ou desligar um eletrodoméstico na tomada, segure o plug (parte rígida isolante) e nunca puxe pelo fio; 

9. Não introduza objetos de metal em eletrodomésticos;

10. Não troque lâmpadas pegando na parte metálica.

Segurança na Rua

Árvore Próxima da Rede Elétrica

Chame a COELBA (0800 071 0800) para cortar ou podar árvores que estejam muito próximas da rede elétrica. Mesmo em sua residência, não tente resolver o problema sozinho. Evite riscos de acidentes.

Antena de Rádio/TV/Telefonia

Para evitar acidentes, instale antenas longe da rede elétrica. A instalação ou manutenção em local próximo à rede elétrica é muito perigoso, pois quem executa essa operação  pode sofrer graves lesões, além de danificar a instalação elétrica e os equipamentos residenciais

Construção ou Reforma de Imóvel
 
Jamais construa embaixo da rede elétrica. Na hora de fazer uma obra, mantenha uma distância segura, que fique longe da rede. Redobre a atenção ao usar barra de ferro ou qualquer outro tipo de material metálico. O contato com os fios pode colocar em risco a sua vida. Com esses cuidados, você evita acidentes. Em caso de dúvidas, consulte a Coelba (0800 071 0800).

Pipa

Procure locais abertos para empinar pipas. Fique longe da rede elétrica e não use cerol que desgasta os fios. Isto favorece a quebra e, posterior, ocorrência de curto-circuito.

Fio Partido

Fio partido no chão representa um grande perigo para os pedestres. Se encontrar um fio partido, se afaste do local e informe à COELBA (0800 071 0800).

Guindastes e Máquinas Agrícolas

Operar guindaste ou máquina agrícola próximo a rede elétrica pode causar sérios acidentes. Preste atenção para seu veículo não se aproximar dos fios.


Salvando vidas

Em caso de acidente por choque elétrico, fora da residência, entre em contato com a Coelba (0800 071 0800) para solicitar o desligamento da rede elétrica e Corpo de Bombeiros para socorrer a vítima ou SAMU (192). Não se aproxime da vítima ou do fio elétrico sem saber se está desligado.


Adote os Mandamentos de Segurança:

1. Não se aproxime de fio partido no solo.

2. Não corte árvores próximas à rede elétrica.

3. Não empine pipas em locais próximos à rede elétrica.

4. Não instale antenas ou manuseie vergalhões próximos da rede elétrica.

5. Não construa ou reforme próximo da rede elétrica.

6. Não faça ligações clandestinas na rede elétrica.

7. Não coloque faixas/cartazes e não suba em postes.

Segurança nas Férias

O período de férias escolares das crianças exige dos pais uma atenção redobrada durante todo o dia para evitar acidentes domésticos, inclusive aqueles que envolvem a energia elétrica. Para ajudar as famílias a minimizarem os riscos de choque elétrico, segue orientações que devem ser tomadas diariamente nas residências, casas de praia ou mesmo em hotéis e pousadas.


Principais dicas para evitar acidentes com crianças:

1. Mantenha as crianças longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. Use tomadas no novo padrão ou utilize protetores; 

2. Mantenha as instalações elétricas em bom estado. Não use fios emendados, velhos ou danificados; 

3. Água e eletricidade não combinam: mantenha os aparelhos elétricos longe de água e ao utilizar qualquer equipamento esteja sempre calçado e com as mãos enxutas;

4. Para soltar pipas procure lugares abertos, afastados da rede elétrica; 


5. Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o cerol costuma cortar os fios; 


6. Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, eles são como condutores de energia e podem causar choques fatais; 


7. Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, nunca tente retirá-la; 


8. Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte. Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente. 


9. Energizar cercas, muros ou portões pode causar acidentes. 

10. Não jogue objetos na rede de energia elétrica, como arames, correntes e cabos de aço; 

11. Ao ligar ou desligar um eletrodoméstico da tomada, segure pelo plug (parte rígida isolante), e nunca puxe pelo fio; 

12. Fique atento: usar o "T" (benjamim) em caráter definitivo é perigoso, podendo causar curtos circuitos e incêndio; 


13. É extremamente perigoso subir em postes, torres de alta tensão ou invadir subestações. Mantenha distância de fio caído ou partido, previna as pessoas para que se afastem do local e ligue imediato para a Coelba. 


Além dos alertas em períodos de férias, a Coelba realiza campanhas junto à população, em associações de moradores, em escolas, em centros comunitários e junto com o caminhão do Projeto Educação com Energia.

Em casos de acidentes com energia elétrica providencie socorro ligando para o Corpo de Bombeiros (193) ou para o Samu (192) e desligue o disjuntor elétrico ou a chave geral. Não se aproxime da vítima ou do fio elétrico sem saber se está desligado.

Primeiros Socorros

CHOQUE ELÉTRICO. O QUE FAZER?

1. Em caso de acidentes com choque elétrico é necessário rapidez na providência de um socorro para salvar a vítima. Para isso, é fundamental agir corretamente utilizando os procedimentos de primeiros socorros;

2. Procure livrar a vítima da corrente elétrica desligando, se possível, a chave geral e pedindo ajuda para chamar socorro médico;

3. Afaste o condutor de eletricidade da vítima. Se não conseguir desligar a chave geral, tente esse afastamento através de objetos isolantes, tais como pedaços de madeira secos, cano de plástico e sapatos com solado de borracha para que você também não receba a descarga;

4. Uma vez afastado do condutor, certifique-se que não há riscos para a sua vida inicie os procedimentos de ressuscitação artificial: desobstrua as vias respiratórias da vítima, realize a respiração de socorro (boca-a-boca) e, se for necessário, faça massagem cardíaca externa.


Como Fazer Respiração Artificial (Boca a Boca)?


1. Coloque a vítima em uma superfície plana e firme, incline sua cabeça para trás, para abrir as vias respiratórias. Retire próteses dentaduras (se estiver fora do lugar), alimentos ou qualquer objeto que possa sufocar a vítima. (figura1);


                                            primeiros-socorros-fig1.jpg

2. Certifique-se que a vítima não respira e aperte as narinas a fim de impedir a saída do ar. Tome fôlego, coloque sua boca sobre a boca da vítima e sopre até aparecer elevação do peito. Em crianças (até 1 ano de idade) realize a respiração boca a boca-nariz.


3. Após 2 sopros iniciais, verifique (pela carótida) se há pulsação. Se não houver pulsação, realize mais 2 sopros e inicie a massagem cardíaca externa. Em adultos faça 15 compressões (massagens) e 02 sopros. Em crianças 05 compressões e 01 sopro. (figura 2);


                                                   primeiros-socorros-fig2.jpg


4. Se a vítima voltar a respirar e o coração voltar a bater, interrompa a massagem ea respiração, mantendo controle da situação, até a chegada do socorro médico;



Como Fazer a Massagem Cardíaca?

1. Coloque a vítima em uma superfície plana e firme, em seguida, localize, com os dedos indicador e médio, Coloque os dedos indicador e médio na artéria carótida da vítima (localizada no pescoço, ao lado do pomo-de-adão) para sentir a pulsação. Se houver parada cardíaca, você não sentirá pulsação na artéria e as pupilas (meninas dos olhos) estarão grandes.

2. Para localizar o coração, mova o dedo indicador na direção da garganta até o esterno (osso situado entre um peito e outro).

3. Coloque a palma da sua mão sobre o osso esterno e sua outra mão sobre a primeira. Os dedos não devem tocar as costelas.

4. Comprima o esterno, fazendo pressão suficiente para fazê-lo baixar mais ou menos 5 centímetros. Após cada compressão, relaxe a mão sem removê-la, para permitir a expansão do peito da vítima.


                                                primeiros-socorros-fig3.jpg


 
ATENÇÃO:

Em crianças até 1 ano de idade, faça massagem utilizando o seu polegar.

Em crianças de 1 a 8 anos, faça a massagem utilizando a palma da mão.


Quando interromper o socorro ?

• Se a vítima apresentar pulso/respiração;

• Se o socorrista se apresentar exausto;

• Ao entregar para socorro médico.
 

RELAÇÃO COMPRESSÃO X SOPRO


• 15 compressões/ 2 sopros, em adultos e 05 compressões e 01 sopro em criança.