Fornecimento Provisório de Energia


Nas ligações provisórias deve ser informada à Coelba, com antecedência mínima de 05 (cinco) dias úteis, a quantidade de lâmpadas a serem ligadas, agregadas por tipo e potência, bem como o número de dias e horas previstos de utilização.

As ligações provisórias para carnaval, micaretas e outros eventos desse porte, devem ser solicitadas com o prazo mínimo de 60 diais.

As Prefeituras Municipais devem enviar à Coelba planta da festa com detalhes das cargas a serem utilizadas durante o período do evento. Com base nessas plantas, a Coelba elabora o projeto com o respectivo orçamento.

A Coelba exige, a título de garantia, o pagamento antecipado desses serviços e do consumo de energia elétrica e/ou da demanda de potência prevista de 1(um) mês.

Não é permitido um período de ligação provisória superior a 30 (trinta) dias. Caso a ligação ultrapasse esse prazo, o cliente será orientado a solicitar
a conversão do fornecimento provisório em definitivo.

A ligação provisória é realizada com aplicação do equipamento de medição a qual, ao final do período, será realizado o ajuste do consumo a partir da leitura coletada em campo.

No momento do atendimento, o cliente irá receber a fatura caução (estimada) e a de serviço, contudo, quando houver a retirada do equipamento, a leitura será coletada em campo e gerada fatura final para encontro de contas.
Neste caso, o cliente poderá ter resíduo de consumo a pagar ou a receber.

 

É responsabilidade do cliente dispor do seu padrão de entrada para instalação da medição.